sábado, 10 de junho de 2017

Provérbios e frases no Livro das mil e uma noites

                                                                                                                                                                                                             Foto: ASMR    


Há mil e uma maneiras de ler o Livro das mil e uma noites. Uma delas é deliciando-se com frases – geralmente retiradas de belíssimos versos da poesia árabe antigas – e provérbios servidos a gosto na obra clássica da literatura árabe.

Muitos provérbios, ou frases potencialmente interessantes, ficaram de fora desta lista de citação. Os excluídos, ao menos na tradução, não tinham a força dos que foram selecionados. Por exemplo, um rei diz “todo aquele que mata será morto.” A princípio, parece interessante, mas o fato é que será morto qualquer um, um dia (embora ele esteja falando num sentido específico de condenação à morte). Melhor que essa observação é o provérbio chinês que diz: “Homem violento morrerá de morte violenta”, publicado num livro resenhado neste blog (acesse aqui).

Mas, a despeito desse corte de juízo absolutamente pessoal, enfileiramos uma miríade de frases e provérbios providenciais, retirados da tradição da cultura árabe, bem como de seu Livro Sagrado, o Alcorão. No Brasil, a melhor e mais atualizada versão do Livro das mil e uma noites é a de quatro volumes, traduzida por Mamede Jarouche e publicada pela Editora Globo (2005-2012).

O livro traz um encadeamento de histórias narradas por Sherazade (Šāhrāzād, grafia utilizada por Mamede Jarouche), a filha de um vizir do rei Shariar (Šāhriyār) que resolveu intervir na série de assassinatos de mulheres que o rei vinha cometendo por vingança.

É que, após descobrir que estava sendo traído pela rainha, o rei mandou matá-la, e desde então começou a matar todas as mulheres com quem se casava, na noite de núpcias. Sherazade se ofereceu ao rei uxoricida, mas toda noite, após o ato sexual, começava a contar-lhe uma história cujo fim ela deixava para a noite seguinte.

O rei, interessado em ouvir o desfecho da narração, foi adiando a morte de Sherazade por mil e uma noites, até que se convenceu de que ela era uma mulher genial (inteligente, sensível, sábia, sagaz, culta), e a amou para sempre. Em breve, o Leituras trará uma resenha completa dos quatro volumes.

OBS: Se alguém quiser replicar as frases, só peço o devido crédito. Por favor, não faça como um certo blog que copiou as frases de Grande sertão: veredas deste blog, editou de modo bonitinho, mas não deu ao Leituras do Giba o devido crédito. Embora fique claro que foi copiado daqui.

.........   .......   .........   ....... .........   .......   .........   .......


“Quando a mulher deseja alguma coisa, ninguém pode impedi-la.” (Mulher de um gênio negro)


“Quem fala sobre o que não lhe concerne ouve o que não lhe agrada.”


“O forte corajoso é quem derrota a si próprio, e não quem derrota outro homem.”


“Faça o bem a quem errou.”


“Beijar sem enfiar é como ser flecheiro e não poder atirar.” (Manjab, um personagem)


“Quem observa o silêncio se salva.”


“A embriaguez passou e a lucidez chegou.”


“Quem desembainha a espada da injustiça acaba se matando com ela.”


“Choro por quem, estivesse tão frágil quanto eu, choraria também.” (Verso de um poema árabe)


“Nenhuma obra se realiza sem palavras, nenhum objetivo se atinge sem esforço, e nenhum bem-estar se alcança sem fadiga.” (Fala de uma jovem árabe apaixonada por um perfumista que se foi)


“Quem adverte, sempre dá a quem erra o perdão dos crimes cometidos.”


“Aquele que roga o perdão de seus superiores deve perdoar os pecados de seus inferiores.”


“Quem gasta sem calcular empobrece sem notar.”


“O homem é como a árvore, cercada de pessoas quando está cheia de frutos: assim que estes caem, levam-nos e se retiram.” (Versos de um poema árabe)


“Nem todo redondo é noz, nem todo comprido é plátano, nem todo vermelho é carne, nem todo branco é sebo.” (Um leiloeiro vendendo uma escrava)


“Uma ou cem, o que é que tem?”


“Serei paciente até que a paciência se espante da minha paciência” (Verso de um poema árabe)


“Às vezes o ouvido se apaixona antes do olho.” (Verso de um poema)


“Não me espanto de amar-te; me espanto, isto sim, de ainda reconhecer o meu corpo, depois de você.” (Versos de um poema árabe)


“A excitação é para a inteligência engodo” (Verso de um poema árabe)


“O sabor da vida não sentem senão os loucos.”


“Um pensamento entende o outro” (Verso de um poema árabe)


“Os segredos são preservados pelas pessoas livres.”


“No sossego da noite é que sucede a torpeza.” (Verso de um poema árabe)


“O dinheiro acabou e a situação desandou.”


“O sol seria como tu, não tivesse ele o ocaso.” (Verso de um poema árabe)


“Este mundo é ilusão, e o homem é imagem transitória: mal chega e já se foi.”


“O que é altivez?” – “É ficar lado a lado com quem está abaixo de ti.”


“É só a ti que me refiro, quando falo, e é só em ti que penso, quando calo.” (Versos de um poema árabe)


“Para a falta de sorte não existe estratagema.”


“A reflexão sobre qualquer assunto é melhor do que a pressa, a qual conduz ao arrependimento.” (O rei, sobre a decisão de matar ou não um prisioneiro acusado de conspiração)


“Quem pratica o mal, o mal acaba se virando contra ele.”


 “O fruto da pressa é o arrependimento.”


“Cada ser humano não deve desejar para os outros senão o que deseja para si mesmo.”


“É do teu olhar que os relâmpagos roubam o brilho.” (Verso de um poema árabe)


“Quem procura subir sem no entanto cansar, desperdiça a vida na procura do impossível.” (Versos de um poema árabe)


“Quem acredita dominar astúcias e ardis por eles é dominado.” (Narrativa de Sherazade)


“Às vezes escapa o cego de um buraco no qual despenca o lúcido clarividente.” (Versos de um poema árabe)


“Não me censures o coração por sua ausência, pois eu o rasguei antes de rasgar as roupas.” (Versos de um poema árabe)


“O que se ausenta aos olhos se ausenta ao coração.”


“Quem não pensa nas consequências não tem o destino como companheiro.”


“Acautela-te das mulheres, pois nenhuma das armadilhas que montei para as criaturas é tão eficiente quanto elas.” (Declaração de Iblis, o demônio)


“Perdoa-me, meu Deus, por aquilo que eu não conheço.”


“Quem salva a vida de alguém ‘é como se salvasse todas as vidas’.” (Num, jovem personagem de várias histórias do livro, citando um versículo do Alcorão)


“Quem se ilude com o nome de gente corrompida fica sem comida.”


“Arruinar o que está construído é mais fácil do que construir o que está arruinado.”


“O sono é a morte leve, e a morte é o sono pesado.”


“Quem não observa as coisas não tem o destino como bom companheiro.”


“Olhos que não veem, coração que não entristece.”

...


Nenhum comentário: